[ editar artigo]

Terra Firme

Terra Firme

As vezes somos surpreendidos por alguns sintomas de doenças, que podem se apresentar tanto no corpo físico, quanto nos corpos emocionais e espiritual, e esses sintomas, por ora se vestem de vários diagnósticos diferentes, como depressão, medos, angústias, solidão, síndromes do pânico, síndrome de ovários policísticos, alcoolismo, drogas, vícios, déficit de atenção e hiperatividade, autismo, falta de dinheiro, desvalorização, desordens nos relacionamentos, traições  entre outros.

Não aprendemos na escola a acolher a nossa dor, o nosso sintoma, então na maioria das vezes quando ele bate na nossa porta ele é um convidado, muito mal recebido.

Não compreendemos que um sintoma, seja ele qual for, está a serviço de nossa vida. Todo sintoma é um carteiro que nos traz mensagens de cura, como por exemplo nos empurra olhar para o essencial. O que está urgente em sua vida? 

Depois de muitos anos de navegações a deriva, o marinheiro despertou, e a sensação de sentir e de chegar em terra firme, sentir os pés no chão, não tem dinheiro neste mundo que pague essa sensação, na noite escura da alma, ficou muito claro para mim que o dinheiro é importante sim, no entanto aprendi que existem coisas que não se pode comprar com a moeda material, pois ela não compra tudo, não compra um pai, não compra uma mãe. Aprendi também que as tempestades em alto mar são necessárias, pois quando pensei que era um naufrágio, era apenas o barco mudando a direção. Aprendi também que se sentir perdido e confuso tem um lado muito positivo, pois eu tive a oportunidade de encontrar e curar aspectos dentro de mim que jamais poderiam vir a superfície se o mar estivesse calmo, também percebi que existem recursos e novas ferramentas internas que estão em ótimas condições de uso, por exemplo a minha vontade de recomeçar, a trilhar novas rotas... Eu sei que é um caminho solitário as vezes, mas eu tenho a armadura da coragem, essa sim está bem batida, mas vale ouro, e serve em todas as ocasiões, pois a minha autenticidade está novinha em folha. Gosto desta combinação, super combina comigo o meu amor próprio resgatado e lustrado, esse sim, estava escondido, e minha alegria de viver? Essa sim deu gosto de me encontrar.

A felicidade tem um preço, os infelizes não precisam fazer nada, já dizia a mestre Olinda (eu escutei as mensagens) e parei de fazer o que era preciso e comecei a fazer o necessário. E necessário para mim, é viver de acordo com escolhas que fazem o meu coração vibrar de alegria, é necessário pra mim, viver essa existência com propósito, sentir o verdadeiro sentido da vida.

Se a sua vida está sem sentido, é sinal de que você está fazendo só o que é preciso. Sim eu sei, é preciso passar em um concurso, é preciso suportar relacionamentos insustentáveis por causa dos filhos, ou por dinheiro, ou por medo de ficar sozinho. Eu sei que é preciso... no entanto agora só estou disposto a fazer o que é necessário fazer, alinhando-me com o fluxo da vida. Eu pago o preço.

E você está fazendo somente o que é preciso ou que é necessário? 

Vamos seguir em frente? 

Débora Carvalho Pedagoga e Terapeuta Sistêmica.

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Débora Carvalho
Débora Carvalho Seguir

Abrace a sua vulnerabilidade e faça dela a sua maior força. É bonito demais sentir.

Ler conteúdo completo
Indicados para você