[ editar artigo]

Você quer ser feliz ou você quer ter razão?

Você quer ser feliz ou você quer ter razão?

Esse exercício é para você que escolheu ser feliz. Vamos olhar para aquele aspecto de sua alma que ainda não liberou o perdão para aquela pessoa que mais precisa, você mesmo (a). 

Vou compartilhar um dos exercícios do livro: O LADO SOMBRIO DOS BUSCADORES DA LUZ. Recupere seu poder, criatividade e confiança, e realize os seus sonhos, da autora Debbie Ford.

Me auxiliou no processo de aceitar as emoções do jeitinho que elas vem, e liberar as que nos fazem mal e intoxicam o nosso coração. 

Vamos lá? 

Exercício

1. Esse exercício é planejado para identificar e liberar energia emocional nociva. Nosso objetivo será o perdão. Nossa intenção é liberar qualquer emoção que o esteja bloqueando, como raiva, ressentimento, remorso ou culpa, sentimentos que o impedem de perdoar a si mesmo ou aos outros.

Escrever um diário ou um caderno é um bom instrumento para ajudá-lo a processar suas emoções. Vai encorajar tudo o que vier à sua mente a fluir para o papel. Isso permite que as emoções nocivas que estão no corpo e na mente se 
expressem livremente. Assim que assumirmos esse ser nocivo e deixarmos que ele 
viva sem julgá-lo, ele será liberado.

Para começar, tire tudo o que estiver em seu colo ou em seu caminho. Mantenha perto de você apenas seu diário ou seu caderno e uma caneta. Se quiser, ponha uma música suave acenda algumas velas ou incenso para relaxar.

Agora, feche os olhos. Use a respiração para acalmar a mente e render-se ao processo. 

Respire cinco vezes, lenta e profundamente. Com os olhos fechados, imagine que está num elevador e aperte o botão que o levará ao quinto andar. Quando a porta se abrir, você verá que está num lindo jardim. Ao passear os olhos pela vegetação e pelas flores, você notará uma linda cadeira, num lugar perfeito para sentar-se e relaxar. Assim que estiver sentado confortavelmente nessa cadeira, respire outra vez, bem fundo e devagar...

Agora faça a você mesmo as perguntas que vêm a seguir e deixe que as respostas lhe ocorram. Então, abra os olhos e escreva-as. Repita o processo com cada uma das quatro perguntas, sempre fechando os olhos e respirando algumas vezes, profunda e vagarosamente, para poder limpar a mente e ouvir as respostas do seu coração.

A- Que história eu inventei sobre quem eu sou de verdade que possa explicar as condições da minha vida atual?

B- Quais são os ressentimentos, as velhas mágoas, a raiva ou os remorsos que carrego no meu coração?

C- A quem na vida eu não me dispus a perdoar?

D- O que precisa acontecer comigo para eu perdoar a mim e aos outros?

E- Agora faça uma lista das pessoas a quem você deve perdoar e escreva uma cartinha a elas. Caso sua lista seja grande, escreva tantas cartas quantas conseguir. O que não for possível terminar agora, faça-o depois.

F- O que você precisa dizer a si mesmo para tomar consciência de sua vida até agora?

2. Escreva uma carta perdoando a si mesmo. Faça uma lista das três pessoas que você mais admira. 

🌟

🌟

🌟

Escreva três qualidades que cada uma delas lhe inspira. Então faça uma lista maior com as nove qualidades.


Agora, pegue essa lista de palavras e fique diante de um espelho, sentado ou em pé. Tomando cada palavra separadamente, olhe dentro de seus olhos e repita a frase: “Eu sou um__________”. Continue a repetir a frase até não sentir nenhuma resistência em relação à palavra.

Escolha um horário, todos os dias, para se apropriar de um ou dois termos da sua lista. Se não for capaz de ir adiante porque parou numa determinada palavra que não quer ou não consegue incorporar, prossiga na lista e volte a essa palavra 
mais tarde.

Você gostou? Sente que pode fazer essa tarefa de casa, por si mesmo (a)? Penso que o essencial é simples, e se começarmos a nos perceber dentro de alguns contextos, vamos identificando padrões emocionais que são nossos, ou padrões de sentimentos adotados, então e para quem quer curar e trazer aspectos inconscientes a luz, a respeito de si mesmo em relação ao sistema familiar e ao seu amor próprio também.

Gratidão.

E fiquem a vontade para escrever suas experiências aqui embaixo nos comentários.  

 

 

Débora Pereira Carvalho 

Pedagoga e Terapeuta Sistêmica.

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Débora Carvalho
Débora Carvalho Seguir

Abrace a sua vulnerabilidade e faça dela a sua maior força. É bonito demais sentir.

Ler conteúdo completo
Indicados para você