[ editar artigo]

OS FINS PODEM SER NOVOS COMEÇOS

OS FINS PODEM SER NOVOS COMEÇOS

Sou professora em função de assessora pedagógica neste ano no segmento de geografia para professores de 1° ao 5° ano.  Professora efetiva de Educação infantil e Ensino Fundamental séries iniciais há 23 anos.

Quando concluí o curso de Magistério, era uma garota encantada e sonhadora com todas possibilidades que estar em uma sala de aula poderiam me proporcionar.

Ledo engano. A vida real é diferente e desafiadora.

Decidi me inscrever no curso justamente para melhorar meu trabalho. Veio como uma vela acesa para o autoconhecimento, para a percepção de como já melhorei como professora ao longo desses 23 anos e de como errei também. Fiz Formação em Constelações Sistêmicas com Olinda on-line em 2016.

A partir disso entrei em uma jornada de autoconhecimento e cura.

Este é o primeiro curso na área de Pedagogia Sistêmica e devido a todas as leituras e ao meu conhecimento prévio sobre as constelações, tudo o que foi mostrado ao longo dos módulos fez muito sentido.

Um dos últimos livros que li e que me colocou em movimento foi "Olhando para a alma das Crianças"- do Bert Hellinger. Tenho uma filha de 1 ano e meio. Trabalhei com crianças toda a minha vida profissional, com profissionais da educação e com famílias.

A forma de abordagem e o conhecimento do livro me deixaram mais confiante  e também acalmaram alguns anseios com relação ao que eu não posso e não devo "mexer" na vida dos meus alunos.

Sobre o curso de Pedagogia sistêmica, a palavra mais dita durante a formação foi UBUNTU: Eu sou porque nós somos! A escola não existe sem os seus personagens. Alunos e seus pais, professores, funcionários e suas famílias.

Dependemos uns dos outros.

Essa simbiose que se cria como mecanismo de aprender, ensinar, conviver, relacionar-se e desenvolver-se.

A escola é a segunda casa de todos, pois se passa o maior tempo fora. Cultivar alegria, respeito, gentileza e solidariedade nos faz aptos ao convívio e mais ainda, lembrar sempre que EU SOU PORQUE TODOS SOMOS!

Eu juntamente com os professores conversamos bastante sobre o respeito pela infância, seus níveis de compreensão e o respeito pelas famílias de origem de  alunos. Foram momentos muito enriquecedores. Fez - me pensar que todo professor deveria ter uma lista de regras internas para seguir e tornar-se excelente no que faz:

1. Estudar e conhecer sobre o que você vai ensinar;

2. Dedicar-se ao seu trabalho com respeito, amor e gentileza;

3. Valorizar as conquistas de seus alunos, em especial os que apresentam maiores dificuldades de aprendizagem;

4. Não pensar que tudo pode ser algo sistêmico. Às vezes é somente um dia ruim na vida de seus alunos, pois na sua isso também acontece;

5. Reconhecer o seu lugar de professor. Jamais querer interferir no destino da família do aluno. Faça pontes que possam ser transpostas por toda a família, com todo o respeito. Nós professores somos temporários na vida de nossos alunos, família é para sempre;

6. Seja um professor encantado com o que faz e encante seus alunos também;

7. Se estiver "doente", procure ajuda e cure-se. Para o seu bem e para o bem de todos à sua volta;

8. Lembre-se que você é professor porque existe um aluno. Respeite isso!

O princípio sistêmico da Ordem foi o que mais me tocou e me remete especificamente para a sala de aula: “Onde há ordem, há progresso”! Se não estiver acontecendo o progresso, precisamos observar a ordem: Disciplina/ Regras/ Ritmo/ Rotina/ Gentileza.

E também a frase de Olinda que diz: O que eu preciso fazer no lugar onde eu estou?

Todos nós, professores, alunos e família devem ter seus lugares na escola. Isso  fortalece e reconhecer a importância desses lugares nos deixa leves para realizar nossos destinos.

A partir de agora pretendo colocar em prática os conhecimentos específicos aprendidos nesse curso.

O trabalho que Olinda Guedes vem desenvolvendo nas áreas de conhecimento humano, de relações humanas, de autoconhecimento e de práticas para melhorar nossa maneira de ver e de viver, estende-se para nosso trabalho enquanto professores em sala de aula.

Em um próximo curso gostaria também, na medida do possível, que fossem relacionados outros distúrbios como TEA, Apraxia da Fala, Déficit de Acuidade/ Processamento Auditivo, disgrafia, TDAH e TOD.

 

 #pedagogiasistêmica#artigodeconclusão

Pedagogia Sistêmica

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ionara Butzge
Ionara Butzge Seguir

Olá! Sou professora 👩‍🏫! Gostaria de aprender mais para ensinar melhor! Obrigada 🙏🏼

Ler conteúdo completo
Indicados para você