[ editar artigo]

O sucesso tem a face de nossa mãe

O sucesso tem a face de nossa mãe

Você sabia que o êxito na vida, no trabalho e profissão, finanças e nos relacionamentos, estão intimamente ligados com o seu vínculo com sua mãe? 

"Ao tomar uma ação também ganho algo de presente". Bert Hellinger. 

Para quem está em busca de resultados nestas áreas, constelar o relacionamento com a mãe é de grande importância, já que o sucesso tem a face da nossa mãe. 

“O primeiro e decisivo êxito em nossa vida foi o nascimento. O próximo acontecimento decisivo e o próximo sucesso é o movimento em direção à mãe, agora como uma outra pessoa que nos coloca no peito e nos nutre. Com o seu leite tomamos a vida fora dela”.

Esta citação faz parte de um texto do do livro Êxito na vida Êxito na Profissão, do psicoterapeuta alemão, criador e desenvolvedor das constelações familiares Bert Hellinger. Nesta perspectiva, o pesquisador aponta a importância do vínculo dos filhos com suas mães para o êxito nos relacionamentos, na vida financeira e profissional.

LEIA MAIS: https://sabersistemico.com.br/blog/ansiedade

“A vida chega até nós primeiramente por nossa mãe, então assim como nós tomamos a mãe, também tomamos a vida”, expõe a Pedagoga Sistêmica e Consteladora Familiar Débora Carvalho. 

De acordo com ela, é muito importante constelar o relacionamento com a mãe, pois o sucesso em todas as áreas, tem a ver como você se sente em relação a própria mãe. As queixas que fazemos em relação a nossa mãe, diz Débora, são as mesmas queixas que fazemos em relação a nossa vida, por isso, quem exclui a mãe exclui também toda a força e todo o potencial na vida.

“A relação com a nossa mãe é o primeiro lugar em que a vida dá certo”, pois foi ela que disse o Sim para nós. pontua. 

Tomar a mãe é tomar a vida. Nosso primeiro grande êxito, explica ela, é quando tomamos de nossa mãe, sendo este o fator que leva aos demais sucessos que seguem em nosso caminho.

Mas o que nos torna plenos de sucesso e nos prepara para o sucesso posterior na nossa vida e profissão?

Hellinger afirma que é quando tomamos a nossa mãe como fonte de nossa vida e tudo aquilo que flui dela para nós. Tomamos a vida como um todo na medida em que tomamos nossa mãe.

“Quem encontrou e tomou sua mãe tem sucesso no trabalho e em outros relacionamentos, pois quem toma sua mãe irradia e é imediatamente amado, atraindo outros para perto de si”, ressalta Débora.

Este tomar é ativo. Precisamos sugar para que seu leite flua. Precisamos chamá-la para que venha. Precisamos nos alegrar com o que ela nos presenteia. Através dela ficamos plenos.

“Sem nossas mães somos pobres. Porém, quando com ela, somos todos ricos. E essa riqueza cresce sozinha, sendo o segredo da felicidade e da vida”, ressalta.


Mais tarde na vida, se revela que quem conseguiu tomar plenamente a sua mãe, terá êxito e será feliz. Isso porque do mesmo modo que alguém está com sua mãe também está com sua vida e sua profissão. Quando alguém rejeita sua mãe, rejeita também a vida, seu trabalho e sua profissão. Mas o que acontece quando temos uma decepção no amor pela mãe? Débora, coloca que este é o caso de quando esperamos mais dela do que é possível. Pois cada um só pode dar o que recebeu. E se nossa mãe não recebeu dos pais dela. Temos que honrar a vida que recebemos de nossos pais, para que o amor de certo.

“Nestas situações, só nos resta ter profunda compaixão pelas mães, porque esse amor frustrado se transforma em rejeição e até mesmo um desejo de morte”, comenta. 

Quando admitimos que recebemos todo o necessário, a consteladora aponta que podemos dizer a nossa mãe: “Chega. É o suficiente. Todo o resto eu procuro e encontro em outro lugar”. “E assim o amor humano e não exagerado pode continuar e a mãe fica livre”, completa Débora. 

LEIA MAIS: https://sabersistemico.com.br/blog/quem-e-sua-mae

Publieditorial publicado na Revista Contatto, página 70. Gratidão a toda a equipe que realiza um excelente trabalho de divulgação de profissionais da Cidade de Toledo Paraná. 

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Débora Carvalho
Débora Carvalho Seguir

Abrace a sua vulnerabilidade e faça dela a sua maior força. É bonito demais sentir.

Ler conteúdo completo
Indicados para você